Operadoras contra-atacam para reconquistar espaço das chamadas de voz

Operadoras contra-atacam para reconquistar espaço das chamadas de voz

A guerra entre operadoras de telefonia e aplicativos de mensagens e chamadas de voz está pegando fogo. Após tentar, sem sucesso, inviabilizar o crescimento do WhatsApp e de serviços semelhantes, as empresas de telefonia partiram estratégia diferente: oferecer ligações ilimitadas dentro dos planos pós e pré-pago. E, dessa vez, o consumidor promete ser o maior beneficiado dessa disputa.

O contra-ataque das operadoras de telefonia toca em duas fraquezas das ligações pela Internet: a instabilidade do serviço e o alto consumo de dados. As empresas passaram a oferecer generosos pacotes de voz por menos de R$ 10 semanais e até mesmo planos ilimitados para qualquer operadora, eliminando o problema de custo das chamadas via rede tradicional. E a nova estratégia vem dando resultado: o número de brasileiros que usam o recurso de ligações do WhatsApp caiu de 65% em janeiro para 56% em julho segundo a Opinion Box.

A mudança na postura das operadoras se reflete tanto em planos prós-pagos como nas linhas pré-pagas. Atualmente, é possível encontrar pacotes com 150 minutos semanais para qualquer operadora por R$ 10. Já com cinco reais a mais, o consumidor consegue levar um plano pré-pago com voz ilimitada e 2 GB de internet a cada sete dias. Já na modalidade controle, é possível falar à vontade pagando a partir de R$ 52 reais mensais. Por fim, na categoria pós, todas as operadoras, incluindo a Vivo, oferecem opções com chamadas ilimitadas acompanhadas de maior franquia de internet e alguns serviços e benefícios exclusivos. Os preços começam a partir de R$ 99 mensais.

Além dos valores competitivos, as operadoras tendem a investir ainda na melhoria das chamadas de voz convencionais. Uma tendência é a adoção da tecnologia VoLTE, que é a sigla para termo em inglês “Voice over LTE”. Nesse novo padrão, as ligações passam a ser feitas na rede 4G ao invés da GSM convencional. A vantagem é que a discagem tende a ficar mais rápida e o áudio das chamadas ganharão melhor qualidade. Tudo isso sem impactar no pacote de dados do usuário.

O Olhar Digital procurou as principais operadoras de telefonia do Brasil para conhecer melhor a oferta de plano de voz ilimitadas. Em comunicado, a Tim destacou que acompanha atentamente o comportamento dos consumidores brasileiros para se antecipar às suas necessidades. A operadora destaca ainda que foi a primeira da América Latina a oferecer o VoLTE. Já a Claro afirma que todos os clientes de planos pós-pagos têm direito a ligações ilimitadas, incluindo longa distância com o código 21. A empresa lançou ainda uma oferta para clientes pré-pagos por R$ 15 reais semanais, incluindo ainda 2 GB de dados e WhatsApp à vontade.

A operadora Oi oferece pacotes de voz ilimitados apenas nos planos pós-pagos da categoria intermediária. No entanto, a empresa destaca que os clientes do pré e controle podem trocar a franquia excedente de dados por voz e vice-versa para ajustar o serviço às suas necessidades. Por fim, a Vivo afirma que todos os clientes dos planos pós, pré e controle já podem fazer ligações gratuitas para fixo e celular da operadora. Além disso, a empresa anunciou recentemente uma reformulação de seus planos pós-pagos para incluir mais minutos e novas opções com chamadas ilimitadas locais e interurbanas para qualquer número do país.