O Amor de Deus liberta-nos para amar em retorno

O Amor de Deus liberta-nos para amar em retorno

E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. Lucas 10:27

[av_dropcap1]Q[/av_dropcap1]uando perguntaram a Jesus o que a pessoa precisa fazer para herdar a vida eterna, sua resposta foi que deveria amar a Deus de todo o seu coração e ao seu próximo como a si mesmo. Essas ordens são diretas e simples o suficiente para serem entendidas. Contudo, vivê-las é um assunto completamente diferente — e a segunda ordem é particularmente difícil se você não acha fácil amar a si mesmo.

Austin Gutwein em Take Your Best Shot: Do Something Bigger Than Yourself [Dê seu melhor tiro: faça algo maior que você mesmo], comenta o fato de que amar a nós mesmos pode ser difícil. Por quê? Ele sugere que temos a tendência de olhar as coisas exteriores, muitas das quais se baseiam na ideia daquilo que o mundo considera ser amável. Mas Deus está mais preocupado com as coisas interiores, não com nossa aparência nem com o que fazemos.  Nas palavras de Austin: “Deus não nos olha da maneira como nos olhamos.[…] Quando começamos a nos ver da maneira como Deus nos vê, fica mais fácil amar a nós mesmos.”

Portanto, dedique mais tempo à leitura da Palavra de Deus. Ela é conhecida como sua carta de amor para a humanidade! Passe tempo ouvindo suas palavras de amor sussurradas para você e as firmes impressões no seu coração que acontecem nos momentos de silêncio que passa com ele. Por fim, mantenha os olhos abertos para a evidência da fidelidade do Senhor em relação a você. As ações de Deus em seu favor e em resposta às suas orações, na verdade, dizem muito sobre seu divino amor por você.

Então, vá em frente e acredite nisto: “Deus é louco por você. E ele precisa que você se ame para que possa sair e mostrar o amor dele para os outros.”

ORAÇÃO:

Deus, o Senhor conhece o meu coração. O Senhor conhece o meu esforço para amar a mim mesmo e até mesmo para me aceitar. O Senhor também sabe o quão difícil pode ser, para mim, amar os outros, e nós dois sabemos que falho totalmente em amá-lo com todo meu ser. Contudo, prefiro acreditar no que sua Palavra ensina: que o Senhor me ama e nada pode me separar desse amor. Que seu amor possa me transformar e me libertar para amar a mim mesmo, para amar melhor os outros e para amar o Senhor com todo meu ser.

Deus te abençoe!

Pr. Max Jefferson