Fruto do Espírito – LONGANIMIDADE – Parte IV

Fruto do Espírito – LONGANIMIDADE – Parte IV

Gálatas 5.22 Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,

A palavra grega makrothumia, traduzida por “longanimidade”, significa ânimo espichado ao máximo. E a pessoa tardia em irar-se. Trata-se de paciência para suportar injúrias de outras pessoas, quando outras pessoas nos irritam, é aí que temos que exercer o longo ânimo, a longanimidade. Descreve o homem que, tendo condições de vingar-se, não o faz.

A palavra longanimidade vem de uma palavra grega que tem a ideia de imperturbabilidade diante de provocações. O conceito de paciência sob maus tratos, sem ficar com raiva nem nutrir pensamentos de vingança ou retribuição, também é inerente à palavra. É a a paciência do amor. Se nós somos irritadiços, vingativos, ressentidos ou maldosos, então temos “curtanimidade“, e não longanimidade. Neste caso não estamos sob o controle do Espírito Santo.

A paciência é o brilho transcendente de um coração amoroso e meigo que é gentil e delicado quando trata os que vivem ao seu redor. A paciência julga os erros dos outros com delicadeza, carinho e compreensão, sem criticismo injusto. Paciência também é perseverança – a capacidade de suportar fadiga, pressão e perseguição enquanto faz o trabalho do Senhor.

A paciência provém do poder de Deus, baseado na nossa disposição de aprendê-la. Se nós somos egoístas, se raiva ou má vontade se manifestam, se a impaciência ou a frustração querem nos dominar, temos de reconhecer que a causa dos problemas somos nós, e não Deus. Devemos recusar, renunciar e repudiar a situação imediatamente. Isto vem da nossa natureza pecaminosa, é obra da carne.

A paciência está relacionada na Bíblia bem de perto com provas e tentações, o que é lógico. Ser paciente na vida normal é fácil, mas e quando vêm as dificuldades? Nestas horas é que nós mais precisamos do fruto do Espírito – paciência. A Bíblia diz que esta é uma das vantagens das dificuldades: porque nos fazem mais fortes, deixando que o Espírito desenvolva a paciência em nós.

Sei que é difícil porém não impossível, em Deus tudo é possível, exercer paciência em meio a um turbilhão de problemas e grande pressões de todos os lados é difícil meu querido(a) mas não impossível e como diz o refrão da música da nossa irmão Aline Barros,“quando o que era difícil se torna IMPOSSÍVEL, Deus começa a agir, Ele abre sempre uma porta onde não há saída, o IMPOSSÍVEL faz acontecer”.

Creia nesta letra como sendo a realidade de uma fé praticada de um coração de um verdadeiro adorar que você e eu somos em nome de Jesus.

Extraído (Pr. Daniel Dutra) e Adaptado (Pr. Max Jefferson)

Abraços.

Pr. Max Jefferson