Dia 22 – Maternidade

Dia 22 – Maternidade

Campanha Jejum 40 Dias - Banner MELHOR

Adão deu a sua mulher o nome de Eva, pois ela seria mãe de toda a humanidade (Gênesis 3.20)

A maternidade começa logo no principio da criação. Deus proporcionou à mulher o dom de carregar em seu ventre um pequenino ser, e no tempo próprio dar luz e introduzi-lo no mundo. Que tremendo privilégio. Os homens nunca saberão o que significa ter uma criança dentro de si. E um presente de Deus somente para as mulheres.

Muito se fala sobre o amor de mãe, e essa realidade é constatada na vivencia do dia a dia. Mas esse amor deve ser acompanhado de disciplina e orientação.

O apostolo Paulo, quando fala dos cuidado para com a igreja, utiliza o exemplo de uma mãe que cuida dos seus filhos: Embora, como apóstolos de Cristo, pudéssemos ter sido um peso, fomos bondosos quando estávamos entre vocês, como uma mãe que cuida dos próprios filhos (ITessalonicenses 2.7).

Uma das melhores formas de demonstrar amor é preparando o seu filho para enfrentar a vida e acompanha-lo até o final. Maria, mãe de Jesus, teve esse privilégio, e o acompanhou até a sua morte.

Nesse processo, a mãe deve entender o seu papel de forjar o caráter de seus filhos, com o pai. Dai vem a importância da família. Pai e mãe juntos orientam os seus filhos.

Já vimos nestas meditações que não devemos permitir que o sistema deste mundo tire da mãe a honra e o privilégio de educar e investir seu tempo na formação da criança. Não entregue esse privilégio a outra pessoa.

Portanto, deve haver uma boa comunicação entre pai e mãe no sentido de planejarem a educação dos seus filhos. Na maioria das famílias a mãe passa mais tempo com os filhos e, por conseguinte, tem uma influência maior do que o pai, por isso é importante que juntos definam a forma de educar. Assim os filhos saberão o que pode e o que ao pode, conhecerão os limites definidos; aprenderão a selecionar os amigos e observarão tantas outras questões vitais para a formação do seu caráter.

Esse planejamento deve ser bem feito, porque devera cobrir todas as etapas da vida de um filho. Nos seis primeiros anos, a criança formará o seu caráter. Quando começar os seus estudos seculares, ficará exposta à outras crianças com costumes e criações diferentes, e deve ser orientada sobre valores e princípios inegociáveis que devem estar firmados no coração. Quando chega a adolescência, os filhos começam a enfrentar as mudanças físicas e as pressões da sociedade. Na juventude, vão definir a profissão e o futuro. Em todas essas etapas a função da mãe é fundamental e se não estiver em concordância com o marido entrarão em conflitos que prejudicarão o relacionamento em família.

A maternidade é muito importante em todas as etapas da vida dos filhos. Assim como a paternidade é um privilégio e uma responsabilidade.

Ore por você:

  1. Para que você possa ser uma boa influencia moral e espiritual para os seus filhos.
  2. Para que tenha sabedoria do Alto e saiba escolher as sementes a serem plantadas no coração dos filhos.
  3. Para que você tenha o desprendimento de devolver seus filhos ao Senhor.

Ore pelos outros:

  1. Ore pelas cristãs no Laos, que tem consagrado sua vida a Cristo.
  2. Clame para que elas procurem imitar Jesus em suas atitudes, enquanto cuidam da casa e dos filhos
  3. Peça o Senhor que renove as forças dessas irmãs, concedendo-lhes alegria.

Versículo para memorizar

Seus filhos se levantam e a elogiam; seu marido também a elogia dizendo: “Muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera” (Provérbios 31.28-29).